quarta-feira, agosto 17, 2005

A Previdência social e os socialistas.

Completa-se 72 dias de greve dos servidores públicos do INSS.São 72 dias sem atendimento a quem precisa, gente doente ,idosa e normalmente pobre.Os sindicalistas negociam ferozes com o governo de esquerda que ajudaram a eleger.Agora os esquerdistas já não vêem razão nos sindicalistas e não enxerga também as necessidades do povo.O completo desprezo ao direito dos demais cidadãos é crônico, a demagogia mostra a podridão e o absurdo ideológico que envolve os dois pólos esquerdistas, cada um pensa em si,em seus interesses.Pouco importa aos sindicatos que idosos e gente doente não receba seus benefícios e passe por toda sorte de provações,oque eles querem é dinheiro, são mercenários e ridiculmente contraditórios pois se ultilizam da materialização do dito capitalismo gerador de desigualdades.Odeiam o capitalismo e consequentemente o capital,nas palavras e na torpeza de suas idéias enxergam a si como únicos merecedores de respeito e de capital.Hoje os servidores voltam ao trabalho.Vãoatender algumas pessoas que lá estão a esperar a madrugada toda e muitos esperaram e esperarão outras madrugadas, enquanto eles, depois de 8 horas de trabalho e com direito aopagamento de transporte e refeição voltam a seus lares,ou serão covis?, tranquilos, porquê sabem que ninguém lhes impede as ações.

2 comentários:

Rodrigo Nunes disse...

Pois é, a esquerda é igual em todo o lado.

acja disse...

È absurdo e revoltante.