quinta-feira, agosto 04, 2005

Síntese de Antonio José Saraiva e José Hermano.

O post é do Fascismo em Rede:"Salazar foi, sem dúvida, um dos homens notáveis da história de Portugal e possuía uma qualidade que os homens notáveis nem sempre possuem, a recta intenção"."E hoje vemos, com uma dura clareza, como o período da nossa História a que cabe o nome de salazarismo foi o último em que merecemos o nome de nação independente". "Agora, em plena "democracia" e sendo o povo "soberano", resta-nos ser uma reserva de eucaliptos para uso de uma obscura entidade que tem o pseudónimo de CEE".António José Saraiva, no Expresso, Abril de 1989"E o adendo é meu:"Quanto mais o tempo passa mais admiro Salazar.","Salazar não era como estes de agora, que se encarrapitam todos para lá estar meia dúzia de meses. Ele não era nada democrata. A democracia quer dizer que o maior número tem razão. Alguém acredita nisto? Neste país de analfabetos, o maior número é de primatas e são eles que mandam."José Hermano Saraiva.

2 comentários:

BastonadasNacionais disse...

Excelente meu caro!
Não podia estar mais de acordo!
Um abraço

acja disse...

É recíproco o sentimento.