sexta-feira, julho 14, 2006

Israel dona do mundo.

As invasões e assassinatos do estado Sionista demonstram o quanto eles mandam no mundo, Israel e os Estados Unidos Sionistas da América, a ONU uma das culpadas pela situação desde o seu princípio, isto é desde a formação de Israel a confiscar terras islamitas em detrimento a direitos de posse e populações.
A região é efetivamente conflituosa, habitada por tipos pouco tolerantes de ambos os lados, terroristas e assassinos dum lado e doutro.
Mas a questão é que para Israel nem um "ai" se diz, nenhuma repreensão tudo fica impune, tudo é correto.
Se os muçulmanos cometem atentados a inocentes civis e recentemente sequestraram soldados causando o novo conflito os judeus destróem cidades, casas e vidas.
Israel está para os árabes o que estavam ontem os nazistas a si.
A culpada central, volto a repetir é a ONU, incompetente, corrupta e fraca.

5 comentários:

Pedro Ferreira, Visconde de Cunhaú disse...

A questão é...os judeus controlam quase por completo o sistema financeiro dos EUA, então nunca nada é feito contra o estado de Israel. Mas venha o diabo e escolha, os árabes, pelo menos daquela região não interessam a ninguém.

acja disse...

Eis a questão.
Vales o q tens.
Os tutsis foram dizimados e ainda são na África, de 2 milhôes restam 500 mil mas só se fala no Holoconto judeu.

Pedro Ferreira, Visconde de Cunhaú disse...

O Holocausto horrorizou a Europa, porque Hitler tranpôs para a Europa um tipo de colonialismo que a Europa apenas estava habituada a ver noutros continentes. E aqui quem era escravizado? O homem branco! Por isso, o grande horror e campanha através dos tempos...

Paulo Sempre disse...

Guerras!!!!! ok....nepia..man..

acja disse...

Não entendi o último post e concordo com em parte com o do Pedro, a Alemanha de fato iria se ganhasse a guerra transformar e "colonizar" os países anexados, como era o plano hitlerista e isto seria o fim da sociedade Ocidental como comcebíamos.
O Cristianismo com certeza sofreria baques terríveis.
O que seria o mais terrível.
Mas quanto a escravizar o homem branco não creio que seja tão abrangente o plano hitlerista, o homem branco seria o único a continuar existindo, o problema é que seria branco o suficiente...