domingo, janeiro 22, 2006

Salazar, sábio e contumaz.

Calha bem em época de eleições:“Eu sou, de facto, profundamente antiparlamentar porque detesto os discursos ocos, palavrosos, as interpelações vistosas e vazias, a exploração das paixões não à volta duma grande ideia, mas de futilidades, de vaidades, de nadas sob o ponto de vista do interesse nacional.”

2 comentários:

saloio disse...

Essas palavras do Dr. Salazar fazem-me lembrar os debates mensais no parlamento, porque está aí tudo o que se vê lá: discursos OCOS, interpelações vistosas e VAZIAS, etc....
Ó tempo volta para trás!!!

Abraço ACJA

Rodrigues Morgado disse...

Ah, tempos gloriosos e plenos esses, nos quais o Prof. Oliveira Salazar mantinha a escória silenciada, conseguindo abafar a torpe democracia que tem corroído Portugal...
Um post curto, mas denso.
Parabéns!

(Já agora, o camarada tem andado desaparecido do meu blog... Não?)

Saudações Nacionalistas.