segunda-feira, junho 26, 2006

E o freguês...


TÊM SEMPRE RAZÃO...

6 comentários:

Pedro Ferreira, Visconde de Cunhaú disse...

Queria aqui deixar a minha indignação por um gesto de anti-portugalidade que eu assisti ontem. Sou cidadão português residente no Brasil e ontem fui ver o jogo aqui num bar na companhia de um amigo meu que está a passar férias aqui. Mal nos viram chegar equipados a rigor, os ignorantes dos brasileiros começaram a gritar Holanda,Holanda! O resto do jogo estiveram sempre a achincalhar a selecção das quinas e o Scolari. Evitámos bater bocas mas no final soube muito bem olhar para eles com um sorriso irónico, erguer os cachecois e cantar o hino nacional bem alto. Ressentimentos coloniais? Que ideia! E ainda há uns otários portugueses que torcem pelo Brasil!
A mim nunca me enganaram!

Pedro Ferreira, Visconde de Cunhaú disse...

Acja,
Diz-me só uma coisa...como é possível viver numa terra em regime de apartheid cultural? Já começo a sentir isso.

acja disse...

É perfeita a sua indagação!
O sentimento é o mesmo e acontece isso a todo momento!
Mas a mim não atinge, não escondo o orgulho da luso-descendência, por exemplo, ontem na Casa de Portugal um carro passou à frente com duas bandeiras do Brasil penduradas a xingar,o azar do infeliz foi o sinal ter fechado, claro q uma bandeira do Brasil foi arrancada do carro do infeliz...ehhehhe esse nunca mais se engraça...
Em São Paulo o lobby italiano e negro é fortíssimo, e claro o nordestino também, o Português é visto como o invasor de terras de "nações", chegaram a inventar até um nome para o Brasil indígena, Pindorama (como se fosse possível para alguèm q t~em o mínimo conhecimento sobre as sociedades indígenas que eles soubessem ou se importassem com uma unidade nacional, posto que nem a autoridade conheciam)... entre outras falácias...
É difícil, mas há que se perseverar e partir para o combate físico se necessário, mas sobretudo combater pelas vias do conhecimento e da verdade histórica.
Somos sim discriminados, injustamente, pelos ignorantes, o q mais me enraiveçe são os nordestinos, vindos esfomeados do Norte do país alguma meia dúzia vive bem à custa da música ou futebol e são os mais ouriçados.
Quanto a si, creio q foi enganado pela suposta hospitalidade do pacato brasileiro, o brasileiro é preconceituosos e maldoso, fruto da sociedade hedonista da democracia que se instalou.
Aceite de um amigo, quando voltar a Portugal conte a todos essa história, alguns dirão que foi apenas uma brincadeira, mas é uma realidade, a máscara de bondade brasileira é posta pelo seu hedonismo ignorante, é uma farsa.

m disse...

Uma pergunta aos dois:

Porquê tanto amor a Portugal e tanto "aparente" desgosto pelo Brasil?

Concerteza terão ascendência portuguesa, não?

m disse...

E tem graça, nós não temos a noção que o Brasil não gosta de nós!
estranho

acja disse...

A M já teve melhores dias nas indagações...
Não há desgosto aparente pelo Brasil, o Brasil é um país excelente, totalmente banhado pelo sol, produtor de petróleo etc... o problema são os brasileiros e seus preconceitos estúpidos.